28 de fev de 2012

Entendendo um pouco sobre a Alta Idade Média

Para começo de conversa você pode reler o texto Um Dia Na Idade Média (clique aqui) e depois entender aqui um resumão com alguns dos principais fatos dessa época para você estudar para provas e ficar mais ligado no assunto.

O início da Idade Média é marcado por um momento de transição que se inicia com a queda do Império Romano do Ocidente devido à série de crises, como a queda do escravismo e as invasões bárbaras.

Em um primeiro momento, diferente do que muitos pensam, as invasões foram pacíficas e úteis aos romanos que precisavam de mão de obra trabalhadora. Neste contexto os povos bárbaros eram os germânicos, eslavos e hunos, enquanto que no segundo momento de conflitos temos também a participação de visigodos, vândalos, alanos, burgúndios, francos, anglos e saxões.

Com um império debilitado e desfigurado não foi nada difícil para que o último imperador romano, Rômulo Augusto, fosse deposto pelo germânico Odoacro em 476.  A partir disso temos como consequências:

·         Ruralização da Europa
·         Reinos Bárbaros
·         Feudalismo

O feudalismo clássico tem sua consolidação após o século IX, apresentando as seguintes características:

1 – Ruralização da sociedade
2 – Poder central descentralizado
3 – Defesa particular em cada feudo (cavalaria)
4 – Mentalidade dada pela Igreja Católica - FÉ
5 – Relação de suserania (senhor feudal mais poderoso) e vassalagem (senhor feudal menos rico)

O feudo pode ser entendido como um espaço físico, também chamado de senhorio, e como um benefício dado pelo Suserano para o Vassalo, podia ser  terra, dinheiro, ferramentas, etc. Abaixo veja a sociedade medieval:



Agora veja uma representação de um feudo:


Boa parte da cultura medieval foi fornecida pela Igreja Católica, que exercia forte controle mental na vida das pessoas. A explicação de ela ter se tornado uma instituição tão poderosa se deve ao fato dela ser a única que sobreviveu ao fim do Império Romano do Ocidente graças às alianças feitas com os reinos bárbaros.  O principal argumento era o do medo, pois quem não seguisse suas ideias podia ser perseguido, expulso da religião e em alguns momentos na Idade Média até torturado e morto! Tratava-se de uma Igreja que em nome do poder se distanciou dos princípios de Jesus Cristo.

Fora isso a Idade Média deixou como legado:

*      Desenvolvimento Agrícola
*      Criação das Universidades a partir do século XIII
*      Desenvolvimento artístico, como românico e o gótico.
*      Trabalho dos monges na preservação da cultura greco-romana.


É isso ai sobre a Alta Idade Média (século V ao X)!

Atividade – 8º ano / INSA

Agora reflita, pesquise e responda:

1) A Idade Média também apresentou movimentos sociais importantes. Cite 3 movimentos sociais e o que eles reivindicavam.
2 ) Apresente as características da sociedade medieval.
3) Como se apresentava o “feudalismo” no Japão.
4) Explique a relação feudo-vassálica
5) Aponte uma curiosidade ou dúvida (ou os dois) que você destaca sobre o Idade Média. 

14 comentários:

  1. Annelise e Maria Julia 8º n° 1 e n° 2229 de fevereiro de 2012 08:22

    Annelise e Maria Julia
    Numero 1 e 22.
    Resposta 1:
    Nessa época em Mali na África desenrolou-se uma acirrada luta pelo poder local.
    Feudalismo no Japão, guerras de francos contra ávaros , lombardos e saxões.
    Resposta 2:
    Sistema feudal, poder da igreja e o trabalho pesado para o povo (servos, camponeses e artesões).

    Resposta 3:
    O feudalismo no Japão era militar e se caracterizava pelas relações pessoais entre os xóguns, daimiôs (nobres provinciais), proprietários dos shôen (latifúndios) e os samurais ( guerreiros).

    Resposta 4:
    A obrigação do vassalo é prestar serviço militar para seu suserano, disponibilizando suas tropas sempre que houvesse necessidade de proteger seu feudo.

    Resposta 5:
    Dúvidas sobre o reino franco...
    Sabemos apenas que o reino franco é o maior reino germânico e Carlos Magno foi seu maior imperador.

    ResponderExcluir
  2. 1) Revolta de escravos, heresias e seitas sociais.

    2) A sociedade feudal era estática (com pouca mobilidade social) e hierarquizada. A nobreza feudal (senhores feudais, cavaleiros, condes, duques, viscondes) era detentora de terras e arrecadava impostos dos camponeses. O clero (membros da Igreja Católica) tinha um grande poder, pois era responsável pela proteção espiritual da sociedade.

    3) A acumulação de grandes extensões de terra e plantação em mãos de particulares possibilitou a ascensão dos administradores locais, os Daimyo. À medida que suas terras eram removidas das listas de impostos, aumentava a renda dessa classe social. Gradualmente, os administradores começaram a repelir a interferência de funcionários provinciais e centrais, e criaram forças próprias para manter a ordem em suas áreas. Assim, o século X foi de completa desordem.

    4) O período das invasões criou um grande clima de insegurança, que por sua vez, levou os reis a pedir auxílio aos outros nobres. Esta situação criou em toda a Europa criações de laços de dependência.
    Os membros do clero e da nobreza menos poderosos punham à disposição dos grandes senhores os homens do seu exército e as armas, em troca recebiam proteção e feudos (terras, direitos ou cargos), isto fazia com que os menos poderosos de tornassem vassalos dos grandes senhores, que eram os suseranos.

    5) A traição da igreja católica a Roma.

    Matheus H. e Saulo Albino
    Nº 25 e 28

    ResponderExcluir
  3. 1- Queda do Império Romano do Ocidente, a queda do escravismo e as invasões bárbaras.
    2- A sociedade feudal era estática (com pouca mobilidade social) e hierarquizada. A nobreza feudal (senhores feudais, cavaleiros, condes, duques, viscondes) era detentora de terras e arrecadava impostos dos camponeses. O clero (membros da Igreja Católica) tinha um grande poder, pois era responsável pela proteção espiritual da sociedade. Era isento de impostos e arrecadava o dízimo. A terceira camada da sociedade era formada pelos servos (camponeses) e pequenos artesãos. Os servos deviam pagar várias taxas e tributos aos senhores feudais, tais como: corvéia (trabalho de 3 a 4 dias nas terras do senhor feudal), talha (metade da produção), banalidade (taxas pagas pela utilização do moinho e forno do senhor feudal)
    3- O feudalismo no Japão começa no século X a meados do século XIX na história do Japão.. Durante o longo período feudal que precedeu a Restauração Meiji em 1868, desenvolveram-se vários estabelecimentos educacionais para suprir as necessidades das diferentes classes sociais. Senhores provinciais fundaram necessidades das diferentes classes sociais. Senhores provinciais fundaram escolas para os filhos da classe dos guerreiros e comunidades rurais administravam escolas para os membros mais prósperos das classes dos agricultores e dos comerciantes.
    4 – Feudo era uma terra aonde os susseranos habitavam,todos os susseranos tinham direito a um vassalo e os vassalos que serviam aos susseranos também tinham o direito de mais um vassalo e isto recebia o nome de relação vassalica.Eles faziam uma cerimônia de fidelidade e assim “se ajudavam”.
    5 – Ainda temos um pouco de duvida sobre o feudalismo no Japão

    ResponderExcluir
  4. Gabriel Augusto n:9

    1- As próprias corporações (associações) profissionais, onde ferreiros, sapateiros, marceneiros, etc. se uniam para estabelecer regras comuns de sobrevivência no mercado é um ótimo exemplo de movimento social organizado. A reforma religiosa também foi um exemplo de movimento social importante.
    No império bizantino, a revolta de NIKA, quando o povo se revoltou contra o rei, tentou invadir o palácio e foi dizimado, também foi um fato histórico importante.

    2-
    1 - Clero
    2 - Nobres
    3 - Camponeses

    Época medieval era uma época muito rústica, e vai desde os trovadores líricos da época, século XI

    3-O próprio Marx, numa passagem famosa, apontou para as grandes semelhanças existentes entre o feudalismo japonês e o europeu.

    4-As relações de suserania e vassalagem e dos estratos feudais daí derivados originaram-se das formas de organização social das tribos germânicas em torno de um líder guerreiro.

    5- Eu achei muito estranho naquele tempo q eles tomarem 1 banho por ano !!.....

    ResponderExcluir
  5. 1)a queda do imperio romano:ajudo a entrada dos barbaros;prejudicou pois aconteceu a crise ;queda do escravismo:ajudou para que os povos barbaros entrasem no territorio romano;e prejudicou o imperio romano pois os barbaros tomaram conta de tudo;E invasoes barbaras:eles mudaram totalmente a europa e o inicio do feudalismo.
    2)boa parte da cultura medieval foi fornecida pela igreja catolica que exercia forte controle mental na vida das pessoas.
    4)relaçao entre suseano e vassalo :uma relaçao de fidelidade;cada vassalo pode ter um servo.
    5)uma duvida:como ocorreu o feudalismo no japao?

    ResponderExcluir
  6. Respostas
    Questão 1-
    • Ruralização da Europa
    • Invasões bárbaras
    • Feudalismo
    Questão 2-
    • Igreja católica dominando a mentalidade das pessoas pelo medo
    • Relações entre susseranos e vassalos
    • Ruralização da sociedade
    • Cavalaria
    Questão 3-
    Camponeses com a intenção de fugir de uma vida MÍSERÁVEL procuraram refúgio nas terras dos nobres, em templos, em clãs regionais fazendo com que o interior do Japão se subdividissem em milhares de shôen.
    Cavaleiros- SAMURAIS
    Susseranos- SENHORES PROVINCIAIS
    Servos- CAMPONESES.
    Questão 4-
    As relações se baseiam em propósitos de fidelidade e subordinação de Susseranos e vassalos, tendo seus benefícios concedido pelo Vassalo tais como: Terra- Dinheiro- impostos- Ferramentas de trabalho etc...

    ResponderExcluir
  7. 1) A Idade Média também apresentou movimentos sociais importantes. Cite 3 movimentos sociais e o que eles reivindicavam.
    R=A idade Média apresentou revoltas sociais como as revoltas de Normandia(996,sendo as reivindicações as condições de trabalho dos camponeses e defesa dos bens dos camponeses).A revolta de Viry,em 1067,envolvendo os nobres e servos,sendo as reivindicações também os direitos dos camponeses,e a revolta de Jacquerie,onde os camponeses tentavam resistir aos impostos.


    2 ) Apresente as características da sociedade medieval
    R=Na idade Média havia a sociedade piramidal,os mais poderosos eram a igreja católica,que dominavam com o medo,depois a nobreza(o Suserano,senhor feudal com mais dinheiro,o Vassalo,senhor feudal com menos poder,)e finalmente os ferrados da história,o povo que pagavam pesados impostos e tinham muitas obrigações.SE FERRARAM!!!!!Não havia a escravidão ,somente o feudalismo.

    3)Como se apresentava o “feudalismo” no Japão.
    R=As características feudais indicadas pelos historiadores resultaram na cadeia de relações que se estabeleceu no Japão,a partir do longo processo de concentração de terras,proteção à propriedade privada e lutas pelo poder entre os clãs.



    4) Explique a relação feudo-vassálica
    O suserano tinha o poder de enfeudar , podia ser terra, dinheiro, ferramentas, etc...
    Era quase como um casamento,onde o vassalo prometia fidelidade.
    5) Aponte uma curiosidade ou dúvida (ou os dois) que você destaca sobre o Idade Média.
    Assim que aconteceu o feudalismo na Europa,ele se espalhou ao redor do mundo?O feudalismo dominou mundialmente?

    ResponderExcluir
  8. 1Ruralização da sociedade, o poder central acobou sendo descentralizado, cada feudo se defendia com a cavalaria.
    2)A tortura quando não seguia religião, grandes feudos, muitos servos, escravos e vassalos.
    3)O trabalho,os imposto eram mais exigente, os nomes das pessoas eram diferentes, porém os cargos eram os mesmos e a agricultura era mais reforçada.
    4)Era de fidalidade, pois eles juravam em frente da igreja e do padre um pacto, faziam vários trabalhos para o susserano e pagava vários impostos.
    5)O jeito que eram decidido os susseranos para governar e o jeito que escolhiam os servos.

    ResponderExcluir
  9. 1- Normandia luta do reis que revolucionou a época que aconteceu a guerra.
    Viry o servos estava se revoltando-se contra preboste .

    Jacquerie situação dos camponeses.
    4- trabalhava para o vassalo em uma fazenda onde serviam eles.
    5- Apresente as características da sociedade medieval?
    Como se apresentava o “feudalismo” no Japão?

    LUCAS P E LUCAS G

    ResponderExcluir
  10. Gabriel Silva e Matheus Guimarães29 de fevereiro de 2012 08:41

    1)As reuniões na Igreja era um grande exemplo de movimentos sociais, além das revoltas e protestos dos povos.

    2)A sociedade medieval era silenciosa, faziam poucas revoltas em buscas de melhores condições, e totalmente dominada pela classe social. A nobreza feudal era detentora de quase todas as terras, e o clero, membro da igreja,tinha um grande poder sobre os servos.

    3)A acumulação de grandes extensões de terra e plantação em mãos de particulares possibilitou a ascensão dos administradores locais, os Daimyo. À medida que suas terras eram removidas das listas de impostos, aumentava a renda dessa classe social. Gradualmente, os administradores começaram a repelir a interferência de funcionários provinciais e centrais, e criaram forças próprias para manter a ordem em suas áreas. Assim, o século X foi de completa desordem. Os aristocratas de Kyoto não tinham poder algum para fazer cumprir as ordens fora da capital e do estado, já que os antigos exércitos haviam degenerado e os novos tinham-se tornado uma espécie de asilo onde os nobres bem relacionados ocupavam sinecuras. Em alguns lugares, o próprio povo armava-se para proteger-se. Os "oficiais de pacificação" designados pelo poder central pouco podiam fazer, pois não contavam com o apoio local. Acelerou-se a fragmentação do poder. Em 1156 uma disputa sucessória trouxe os guerreiros rurais para a capital, onde se estabeleceram.

    4)As relações feudo-vassálicas são representativas do medievo. Iniciam-se pelas nescessidades geradas pela desintegração do Império Romano, conssequente desintegração das cidades e crescente ruralização. Outro fator que possibilitou o surgimento da vassalagem e suserania foi a extrema dependencia criada entre os "senhores poderosos" e uma infinita camada "camponesa". Ao estabelecer um laço feudal, um "homem superior" (suserano) passava a prover as nescessidades de um outro "inferiorizado" (vassalo), que passava a dever toda a sua honra ao seu suserano. Essas dependencias podem ser representadas pela nescessidade de defesa até a provenção de terras e alimentos por parte dos suseranos e de trabalhos nas terras, ou pagamentos de impostos e banalidades por parte dos vassálos. É importante dizer que tais laços eram de grande valor moral. Posteriormente, o termo feudo que era usado para designar qualquer bem, cedido pelo suserano, passou a ser "confundido" apenas por terras. Daí a idéia de doação de feudos estar ligado a doação de terras. Talvez seja bem prático se pensar dessa forma pois a concessão de terras foi uma prática muito utilizada por boa parte do medievo. Tal afirmação pode ser exemplificada pelo fato dos laços vassálicos se estenderem largamente. Um suserano poderia ter um vassalo, que por sua vez era suserano de um outro, que também designava um outro laço de vassagem, criando uma ampla rede feudal. Daí o fato da Idade Média ser chamada de Idade Feudal ou simplismente de Feudalismo. Vale lembrar que posteriormente em algumas regiões, onde havia a extencia de uma monarquia "ainda que representativa" o rei era considerado o Suserano maior.

    5)Que tipo de trabalho havia na Idade Média ? Como as pessoas aprendiam as coisas ?

    ResponderExcluir
  11. 1)Invasões bárbaras: num primeiro momento elas foram pacificas e num segundo momento foi em forma de conflitos. Decadência de Roma: ruralização da Europa. Queda do escravismo: a decadência de Roma
    2) A sociedade feudal era estática (com pouca mobilidade social) e hierarquizada. A nobreza feudal (senhores feudais, cavaleiros, condes, duques, viscondes) era detentora de terras e arrecadava impostos dos camponeses. O clero (membros da Igreja Católica) tinha um grande poder, pois era responsável pela proteção espiritual da sociedade. Era isento de impostos e arrecadava o dízimo. A terceira camada da sociedade era formada pelos servos (camponeses) e pequenos artesãos. Os servos deviam pagar várias taxas e tributos aos senhores feudais, tais como: corvéia (trabalho de 3 a 4 dias nas terras do senhor feudal), talha (metade da produção), banalidade (taxas pagas pela utilização do moinho e forno do senhor feudal).
    3) No Japão floresceu um regime feudal bastante desenvolvido. É mesmo uma das glórias dessa nação ter intuído os princípios de sabedoria que presidiram os fundamentos do feudalismo medieval. De ter intuído isto de tal maneira que, fazendo-se o cotejo entre o regime medieval japonês e o regime medieval no Ocidente, constatam-se traços de semelhança.



    4)Um vassalo deve jurar fidelidade ao suserano e o suserano em troca daria proteção a ele e sua família.
    5)Eles tomavam banho uma vez por ano

    João Pedro e Leonardo

    ResponderExcluir
  12. 1) Alguns dos movimentos foram a ruralização da Europa, o feudo/feudalismo e o fim dos impérios bárbaros, sempre no assunto de revoluções entre impérios e reis.

    2) A sociedade feudal era estática (com pouca mobilidade social) e hierarquizada. A nobreza feudal (senhores feudais, cavaleiros, condes, duques, viscondes) era detentora de terras e arrecadava impostos dos camponeses. O clero (membros da Igreja Católica) tinha um grande poder, pois era responsável pela proteção espiritual da sociedade.
    3) As características feudais indicadas pelos historiadores resultam da cadeia de relações que se estabeleceu no Japão, a partir do longo processo de concentração das terras proteção á propriedade privada e lutas pelo poder entre clans.
    4) As relações feudo-vassálicas consistiam em:
    contrato de vassalagem, em que o rei estabelecia a obrigação de fidelidade, serviço militar e conselho aos suseranos por troca em terras, títulos ou cargos;
    os suseranos ao vassalos de protecção, auxílio e doação de feudo.
    Esse contrato de vassalagem era realizado com uma cerimónia com 3 actos simbólicos: homenagem em que o vassalo se ajoelhava perante o suserano;
    juramento de fidelidade em que o vassalo se comprometia a ser fiel e a investidura que consistia na entrega ao vassalo de um objecto que significava o acordo efectuado.
    5) Gostaríamos de saber se a Idade Média sofreu no caso de dinheiro, mesmo com toda aquela organização em volta dele, e sua importância nessa época.

    ResponderExcluir
  13. douglas,joao guilherme, matheus bueno.29 de fevereiro de 2012 18:23

    1) A Idade Média também apresentou movimentos sociais importantes. Cite 3 movimentos sociais e o que eles reivindicavam.
    2 ) Apresente as características da sociedade medieval.
    3) Como se apresentava o “feudalismo” no Japão.
    4) Explique a relação feudo-vassálica
    5) Aponte uma curiosidade ou dúvida (ou os dois) que você destaca sobre o Idade Média.

    Resposta:
    1) Ruralização da Europa, Reinos Bárbaros,Feudalismo
    2) Ruralização da sociedade,Poder central descentralizado,Defesa particular em cada feudo (cavalaria),Mentalidade dada pela Igreja Católica – FÉ,Relação de suserania (senhor feudal mais poderoso) e vassalagem (senhor feudal menos rico)
    3) O feudalismo no Japão eles usavam samurais porque suas armaduras eram leves e flexíveis que deixavam mais vulneráveis porem mais rápidos.Na dinastia japonesas eles possuíam Imperadores.

    4)O suserano oferecia terras para o vassalo em troca de lealdade,cavalaria,impostos,dinheiro e ferramenta.

    nome:douglas,joao guilherme, matheus bueno.

    ResponderExcluir
  14. 1 –
    Normandia (996) – envolveu camponeses na defesa do acesso aos bens.
    Viry (1067) – envolveu servos na busca por liberdade de casamento.
    Jacquerie (1357) – envolveu camponeses contra os altos impostos cobrados.

    2 –
    A sociedade de ordens se baseava num princípio de desigualdade e refletia uma hierarquia, sem possibilidade mudanças. O clero e a nobreza (senhores feudais, cavaleiros) eram as ordens privilegiadas, enquanto o povo era sujeito a pesados impostos e obrigações. Basicamente era a sociedade piramidal que vimos em sala de aula.

    3 –
    Japão: Outra Realidade e algumas semelhanças – na Era Heian à A vida miserável levou os camponeses a submeterem aos Senhores da Terra: servidão (794 / 1185). A pobreza gerou violência e necessidade de proteção, então, surgem os primeiros SAMURAIS. Na Era Kamakura (1192-1333):
    - Xogunato / Xógum: chefe militar feudal.
    - Daimiôs: senhores feudais
    - Samurais: jovens treinados nas artes marciais.

    4 –
    Era a relação estabelecida entre o suserano e vassalo:
    Tratava-se de uma relação de dependência entre dois senhores – Suserano (senhor feudal mais poderoso) e Vassalo (senhor feudal menos poderoso), estabeleciam um contrato de vassalagem, em que por meio da homenagem, do juramento de fidelidade e da investidura fica estabelecido o seguinte:
    O suserano concedia proteção e o feudo
    O vassalo concedia força militar e lealdade ao suserano

    Dúvidas e correções:

    - Reino Franco e Império Carolíngio fazem parte do que estudamos sobre Reinos Bárbaros.
    - Feudalismo no Japão confira a resposta 3 acima.
    - Atenção: os movimentos sociais da questão 2 são os mesmos da tarefa da página 15.
    - O feudalismo não foi algo que se expandiu pelo mundo, ele é um modo de vida exclusivo da Europa, mesmo quando falamos dele no Japão é uma comparação para o nosso estudo.
    - Os suseranos eram “escolhidos” por serem os mais ricos e os servos não eram bem escolhidos, eram aqueles mais pobres que não tinham outra opção a não ser servirem.
    - O trabalho era basicamente a agricultura, também havia uma quase inexistência do comércio e o artesanato era voltado para produção de armas, armaduras, roupas e produção civil.
    - Não haviam escolas como hoje em dia, por isso as pessoas aprendiam com os mais velhos e com a Igreja.
    - Na Alta Idade Média o dinheiro como conhecemos hoje não tinha importância. Alguns feudos até tinham algum tipo de moeda, mas o comércio era quase inexistência, não tinha importância como passou a ter quando houve o renascimento comercial. O pagamento de impostos podia ser por meio do trabalho ou por meio do oferecimento de parte da produção. O comércio quando existia era baseado na troca de produtos e não de dinheiro.

    GALERA, é isso ai! Estudem e boa prova!

    ResponderExcluir

Por favor, coloque seu nome e alguma identificação (cidade, profissão ou instituição).

Se for aluno do RAFAEL, coloque seu nome e série !

Os comentários NÃO são publicados diretamente no BLOG !!! Primeiro eu leio, aceito e posteriormente eles entram no ar ! ! ! !

= ]